Pule para o conteúdo principal

Seja bem vindo a Travel for Life

Somos uma plataforma digital, que traz informações sobre os principais destinos do planeta (e os nem tão conhecido assim), além de reportagens sobre Gastronomia, Hotelaria, Lifestyle, Automóveis, Vinhos & Bebidas, Cultura, Música, Turismo Segmentado e tudo o que acontece no Trade Turístico.

Fale Conosco

Email: redacao@travelforlife.com.br
Telefone: 55 11 95435-3665
Rua Minas Gerais, 59 - Higienópolis – São Paulo (SP) | CEP: 01.244-011 - Telefone 55 (11) 3042-1730

Nossa Localização

Conheça a histórica Ilha Gorriti, no Uruguai

 

Instagram: travelforlifebr | Facebook: travelforlifebr | Twitter: travelforlifebr

.

Turistas passam por uma das placas informativas, com informações sobre a ilha | Foto Uruguay Natural – Ministério de Turismo

Montevidéu (URU) – Localizada no Rio da Prata (Río de La Plata), em frente ao luxuoso balneário de Punta Del Este, a Ilha Gorriti tem 21 hectares que podem ser percorridos a pé. Sua paisagem natural tem uma grande floresta de pinheiros, eucaliptos e tamarizes (pequenos arbustos africanos), que proporcionam o ambiente perfeito para relaxar e descansar. A pequena faixa de terra, agora conta com novos outdoors que descrevem sua história, geografia, fauna e flora.

Para chegar lá, basta pegar uma embarcação que sai do porto de Punta Del Este a cada meia hora: o trajeto leva apenas 15 minutos. Gratas surpresas esperam pelo visitante, que ao desembarcar poderá veranear na popular “Playa Honda”. O local possui infraestrutura completa para diversão e lazer durante todo o dia. Outra das maravilhas da Ilha é o “Puerto Jardín”, onde os barcos chegam para a prática de esportes náuticos. Veleiros e iates atualmente aportam ali, ao invés do porto do luxuoso balneário.

Além das suas belezas naturais, a Ilha é protagonista de grandes histórias. Em outra época, foi uma antiga prisão que tinha um cemitério chamado “de los ingleses”, era lugar frequente de piratas. Foi declarada Patrimônio Histórico Nacional, e nessa temporada de 2018, o Ministério de Turismo junto ao departamento de Maldonado inaugurou a sinalização que destaca a sua história.

São aproximadamente 30 outdoors informativos sobre a geografia, história e flora existente. A primeira referência escrita da ilha data de 1516, figura no diário de viagem de Juan Díaz Solís. O primeiro nome do lugar – de Las Palmas – data de 1526 e referia-se as Palmeiras que ali existiam. Em 1771 passa a ser chamada por seu atual nome, devido ao capitão de Montevidéu, o espanhol Francisco Gorriti, que esteve preso na Ilha por um ano por um problema político: se recusou a colaborar com uma expedição militar contra charrúas e minuanes. A prisão foi tão famosa, que hoje a ilha leva seu nome. O governador de Montevidéu, José Joaquín de Viana, ordenou o arresto baixo a insubordinação de Gorriti.

Gratas surpresas esperam pelo visitante, que ao desembarcar poderá veranear na popular “Playa Honda” | Foto Divulgação

Na época da tomada espanhola, o domínio da península e da Ilha marcava o acesso ao Rio da Prata e constituía o primeiro centro de defesa do “virreinato” (vice-reinado) de mesmo nome, hoje representados pelos jogos de baterias de canhões existentes no local.

Os pinheiros existentes na Ilha, foram plantados por Juan Gorlero, o primeiro prefeito de Maldonado, sob a ordem do presidente da época Claudio Williman, em 1909. A ilha tem um caminho, cercado por pinheiros verdes que conduzem à “Playa Honda” – Praia Honda, e para o outro lado, o caminho conduz os visitantes da mesma forma, mas agora com os locais claramente sinalizados em inglês e espanhol.

Desde de seu início foi usada como um local de enterro de marinheiros que morreram no mar. Com a chegada da Companhia Marítima Imperial, chegaram trabalhadores religiosos anglicanos, tornando-se o cemitério oficial dos não católicos, aqueles que não podiam ser enterrados nos cemitérios públicos (católicos até então) iam para lá. Devido a um conflito diplomático em 1892 com os EUA, os túmulos foram levados ao cemitério de Maldonado. Hoje em dia é uma caminhada histórica que permite desfrutar de belos banhos no Rio da Prata (Río de la Plata), visitar a história do lugar e praticar esportes. 

Como chegar?

Para chegar lá, o visitante deve embarcar nos barcos que partem do porto de Punta del Este a cada 30 minutos, que fornecem o serviço de transfer para a ilha. A viagem do porto para a ilha leva cerca de 15 minutos. Reservas: (+598) 4432 66 65/4244 – 4750 / (+598) 094 – 410 – 899/099 – 545 – 847.

.

Esse post tem 0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo