Pule para o conteúdo principal

Seja bem vindo a Travel for Life

Somos uma plataforma digital, que traz informações sobre os principais destinos do planeta (e os nem tão conhecido assim), além de reportagens sobre Gastronomia, Hotelaria, Lifestyle, Automóveis, Vinhos & Bebidas, Cultura, Música, Turismo Segmentado e tudo o que acontece no Trade Turístico.

Fale Conosco

Email: redacao@travelforlife.com.br
Telefone: 55 11 95435-3665
Rua Minas Gerais, 59 - Higienópolis – São Paulo (SP) | CEP: 01.244-011 - Telefone 55 (11) 3042-1730

Nossa Localização

Portugal das belezas naturais, dos destinos românticos, da boa gastronomia e do vinho

Ponte-D-Luis

REGINALDO PUPO

Lisboa, Portugal – O oceano Atlântico, que aproximou Portugal de outros povos e culturas, banha sua longa costa. Por companhia tem um sol brilhante que doura a pele e aquece a alma. E enche de luz e alegria a areia branca e fina das praias.

Areais imensos a perder de vista, ou pequenas conchas abrigadas entre rochedos, cada uma tem a sua beleza que deslumbra e surpreende. Algumas são concorridas, com muita animação, e outras desertas e inexploradas, como que segredos a desvendar… Há sempre uma certa para cada gosto e estado de espírito.

Para relaxar estendidos na areia, para passear à beira-mar, para namorar e até para brincar ou para se divertir pela noite fora. Mas apesar das muitas diferenças há algo que é comum: a qualidade. Que está bem evidente no grande número de bandeiras azuis da Europa atribuídas anualmente, certificando as excelentes condições e infraestruturas.

O mar, de águas límpidas, apresenta-se com diversos temperamentos. Calmo e tranquilo, especialmente no Algarve, que mesmo no inverno é um ótimo destino para férias de sol e mar, ou agitado, com a ondulação certa para vários esportes que garantem muita adrenalina.

Os diversos hotéis e resorts com vistas deslumbrantes para o oceano são os locais certos para repousar, desfrutando de um gosto genuíno em bem receber. Que ainda se experimenta à mesa de um restaurante saboreando a deliciosa gastronomia portuguesa, onde também se descobre o tempero do sol e do mar.

Portugal está situado no extremo sudoeste da Europa e inclui os arquipélagos da Madeira e dos Açores no Oceano Atlântico. No continente europeu, o território português ocupa uma área de 88.889 km2 (com 218 km de largura, 561 km de comprimento, 832 km de costa atlântica e 1.215 km de fronteira terrestre com Espanha).

Localizado no Oceano Atlântico, entre o continente europeu e o norte-americano, o arquipélago dos Açores tem uma área de 2.355 km2 e é constituído por nove Ilhas – São Miguel e Santa Maria no Grupo Oriental, Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial no Grupo Central, e Flores e Corvo no Grupo Ocidental. As ligações com Portugal continental são asseguradas por via aérea, em cerca de 2 horas de voo.

O Arquipélago da Madeira com uma área de 741 km2, está situado no Oceano Atlântico a cerca de 500 km da costa africana e 1000 km do continente europeu (1h30 de voo para Lisboa). É constituído pelas Ilhas da Madeira e de Porto Santo, e pelas ilhas inabitadas das Desertas e Selvagens (que são Áreas de Reserva Natural).

Portugal continental

O clima ameno, 3.000 horas de sol por ano e 850 km de esplêndidas praias banhadas pelo oceano Atlântico fazem de Portugal um destino perfeito para todas as estações, a poucas horas de viagem de qualquer capital europeia.

Neste país que tem as fronteiras mais antigas da Europa, encontra-se uma grande diversidade de paisagens a curta distância, muitas atividades de lazer e um património cultural único, onde a tradição e a contemporaneidade se conjugam em harmonia.

A gastronomia, os bons vinhos e a simpatia dos portugueses completam uma oferta de serviços turísticos de qualidade, seja para um fim de semana ou para umas férias mais prolongadas.

O clima em Portugal varia significativamente de região para região, e é influenciado pelo relevo, latitude e proximidade do mar, que proporciona Invernos suaves, especialmente no Algarve.

Nas áreas do Porto e Norte e Centro, especialmente nas zonas mais próximas de Espanha, os Invernos são mais frios, apesar das temperaturas serem moderadas quando comparadas com o resto da Europa. Regista-se alguma queda de neve, que é mais frequente na Serra da Estrela, onde se situa o ponto mais alto de Portugal continental (1991m) e se podem encontrar condições para a prática de ski. Os verões são quentes e secos sobretudo nas regiões do interior e no litoral o calor é moderado pela influência marítima. Durante o outono registam-se frequentemente dias ensolarados com temperaturas amenas.

AcoresAçores

Influenciado pela latitude e pela ação reguladora da corrente do Golfo, o clima dos Açores é caraterizado por temperaturas amenas ao longo de todo o ano. Estas influências condicionam igualmente a temperatura da água do mar, que se mantém muito agradável tanto no inverno como no verão, possibilitando a prática de diversos desportos marítimos.

 

Madeira

Com características subtropicais que se devem à sua posição geográfica e ao relevo montanhoso, o clima no arquipélago da Madeira é excecionalmente ameno, com temperaturas médias do ar que variam entre os 24 ºC no verão e os 19 ºC no inverno. A água do mar mantém igualmente uma temperatura muito agradável ao longo de todo o ano devido à influência da corrente quente do Golfo, oscilando entre os 18 ºC (inverno) e os 22 ºC (verão).

Idioma

De raiz latina, o português é falado por cerca de 250 milhões de pessoas em todos os continentes, sendo a quinta língua mais falada no mundo e a terceira se considerarmos apenas os idiomas europeus.

Os países de expressão oficial portuguesa espalham-se pelos quatro cantos do mundo. Assim, fala-se português em África (Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe) na América do Sul (no Brasil), e na Ásia, em Timor-Leste, o mais jovem país do mundo, sendo ainda língua oficial na Região Administrativa Especial de Macau.

Lugar perfeito para quem precisa de miniférias

Choupana-Hills,-MadeiraPara quem tem poucos dias, vale a pena visitar Lisboa ou o Porto. A viagem é curta de qualquer ponto da Europa e são cidades fáceis de visitar, com muitos pontos de interesse, boa gastronomia e muita animação. E o facto de serem banhadas por um rio concede-lhes um ambiente especial, em particular no clima ameno de Outono ou na Primavera, quando a luz ganha tonalidades surpreendentes.

Tendo pouco tempo, em Portugal, também é fácil viajar para outros lugares, à procura de mais espiritualidade, para conhecer mais da história e do património português ou para fazer um passeio na natureza e simplesmente sentir o ar puro das áreas protegidas.

Para quem está no Porto, a cidade de Guimarães, o Parque Nacional do Gerês, o Geoparque de Arouca ou o Rio Douro são opções a considerar. Já a partir de Lisboa, rapidamente se chega a Sintra e a Évora, ambas Património da Humanidade, a Fátima, um dos santuários marianos mais importantes do mundo, ou aos parques naturais dos estuários do rio Tejo ou do rio Sado.

Com bons acessos, são sugestões para passar um dia diferente e conhecer um pouco mais da cultura e das paisagens portuguesas.

Casa-da-MusicaArte e Cultura

Há milhares de anos, o território que atualmente é Portugal já era habitado e as suas fronteiras, enquanto país, foram definidas há oito séculos. Esta longa história reflete-se numa cultura particular que resulta do encontro de muitos povos que por aqui se estabeleceram.

Encontram-se nas aldeias e nas cidades, nos monumentos e nas tradições, onde se foram juntando influências que os portugueses aplicaram com criatividade. E o mar, sempre tão presente, também moldou a personalidade dos portugueses e os levou além do continente europeu, permitindo aprenderem e partilhar com o resto do mundo.

A arte manuelina, os azulejos e o fado são expressões únicas e símbolos genuínos dos portugueses mas também um contributo para o Património Mundial. Só em Portugal, já foram efetuadas 18 classificações pela UNESCO, entre monumentos, paisagens e património intangível.

Escolhendo uma região, um itinerário ou um tema específico podemos descobrir um património único e paisagens diferentes a curta distância, onde ainda se mantem a autenticidade dos costumes locais. A gastronomia tradicional e a habitual hospitalidade do alojamento no espaço rural complementarão o passeio na perfeição.

SantuarioTurismo Religioso, um roteiro de templos

Portugal é um roteiro de templos, cultos e festas religiosas que podemos percorrer cheios de fé ou duma espiritualidade de raiz mais universal, seja em busca do sagrado ou de nós próprios.

Começando por Fátima, Capital da Paz e um dos principais locais de peregrinação mariana de todo o mundo, são muitos os motivos de visita, desde a rota das catedrais à descoberta de singelas ermidas e capelas de invocação ao padroeiro local.

Com a herança que a sua presença deixou no território, também a fé judaica é hoje motivo de descoberta, com especial incidência no Centro de Portugal. E vários são os caminhos hoje percorridos por peregrinos que repetem os passos de outrora com destino a Santiago de Compostela.

Afinal todos estão irmanados no mesmo espírito de igualdade na diferença, ligados numa causa comum que é a ancestral abertura ao outro que caracteriza os portugueses. É porque acreditamos e nos sentimos inspirados por este movimento genuíno de gostar e receber que acolhemos com alegria quem nos visita qualquer que seja a sua crença religiosa.

Surf-PenicheSurf

Em Portugal pratica-se o surf 365 dias por ano. Ou 366 se for ano bissexto. Isso por conta da extensa costa portuguesa, que tem boas ondas todos os dias. E há muitas formas de aproveitar, só dependendo do talento e da disposição.

A variedade de condições naturais e um clima excecional proporcionam experiências inesquecíveis, que estão ao alcance de todos, dos iniciados aos mais experientes. Diz-se até que não há outra costa no mundo com um tão grande número de spots a uma tão curta distância.

Portugal possui ondas para todos os gostos e para todas as modalidades. Tubulares perfeitas para também para o bodyboard, que são palco dos mais importantes eventos internacionais. E até gigantes, desafios para os mais destemidos que não hesitam em atingir a sua crista. Ou tão longas que estão entre as mais compridas da Europa. Mas ainda restam alguns segredos à espera de serem desvendados.

O vento é um grande aliado e oferece condições únicas para windsurf e kitesurf, mas há muitos outros desportos que levam as emoções ao rubro. E depois de um dia no mar, a boa onda continua em terra, sempre com uma festa, um festival, um bar ou uma discoteca a garantir diversão todas as noites.

Turismo Náutico

Em pleno Atlântico, a extensa costa portuguesa é um paraíso para os amantes dos esportes náuticos de recreio. Águas calmas para uma navegação tranquila, ou bravias, para garantir mais adrenalina, o oceano apresenta-se com diversos humores, com que lidam facilmente aqueles que o conhecem bem. Já a beleza das paisagens é uma constante, ora com arribas imponentes, ora com dunas e areais, que proporcionam excelentes cenários para todos os esportes náuticos.

Algumas zonas estão consideradas entre os melhores campos de regatas do mundo, que por isso recebem com frequência eventos e campeonatos internacionais. Já nas profundezas, os praticantes de mergulho podem descobrir um mundo de biodiversidade, com peixes de todas as cores e até tesouros de naufrágios.

A História de Portugal está repleta de feitos de navegadores que atravessaram mares desconhecidos dobrando cabos e tormentas, para alcançar o outro lado do mundo. Hoje em dia, navega-se com o apoio das mais sofisticadas tecnologias, mas os portugueses mantêm o gosto pelo mar, pela aventura e por acolherem bem todos os que os visitam. E aqueles que chegam de barco encontram por todo o país marinas e portos de recreio com excelente infraestrutura e serviços, onde podem atracar em segurança, para depois descobrir outros lugares deslumbrantes em terra firme.

Porto-de-MosBelezas naturais em cada canto

Num pequeno território, Portugal concentra paisagens e espécies tão variadas, que fazem de qualquer viagem, por mais pequena que seja, um prazer de descoberta. Das montanhas imponentes às vastas planícies, das praias de areais sem fim onde as ondas se desfazem lentamente à costa recortada banhada pelo oceano impetuoso, o país tem de tudo um pouco.

E há ainda as ilhas da Madeira e dos Açores, oásis de calma e tranquilidade em pleno Atlântico, com vegetação luxuriante, vulcões extintos e grutas repletas de esculturas naturais. Onde quer que se esteja, o turista poderá contar com a presença do sol que brilha o ano inteiro, tornando o clima ameno, ideal para desfrutar da natureza e do ar livre.

Alguns destes lugares são verdadeiros santuários que se conservam intactos desde o início dos tempos. E muitos são o habitat de espécies raras de flora e fauna que  encontram as condições ideais para se desenvolverem. O visitante poderá fazer um passeio para observação e contemplação, ou com muita adrenalina, em desportos e atividades radicais.

KiteSurf_Costa-da-CaparicaAtividades ao Ar Livre

Quem visita Portugal pode usufruir do clima ao ar livre e experimentar diversas atividades em plena natureza. Do kitesurf aos passeios de bicicleta por montes e vales. Ou da escalada ao rapel e slide para os mais aventureiros, as opções são imensas para quem não quer ficar inativo.

E quem procura elevadas doses de adrenalina, encontra em Portugal grandes desafios nas ondas perfeitas para o surf. Ou no windsurf, vela e parapente com ventos de feição a levar as emoções ao rubro. Já o esqui aquático ou o parasailing proporcionam sensações surpreendentes.

Nos rios pode-se  praticar rafting, canyonning e canoagem. E encontrar as suas nascentes nas profundezas da terra, descobrindo grutas inexploradas em atividades de espeleologia. Para apreciar todo o encanto da natureza, Portugal oferece opções de passeios mais tranquilos. Como as caminhadas, roteiros que podem ser feitos a cavalo, sentindo o cheiro das flores silvestres num belo dia de sol. Ou o montanhismo, em que para além das vistas deslumbrantes, atingir os cumes mais altos tem como prémio apreciar os ninhos e o voo das aves de rapina. E ainda há passeios de barco para observar golfinhos e baleias, imagens para se levar de volta na bagagem.

Saúde e Bem Estar

Para cuidar do bem-estar e fugir da rotina, nada como seguir uma velha receita de ingredientes oferecidos pela natureza: bom tempo, sol, ar puro, águas límpidas, plantas e algas com propriedades terapêuticas. Não falha. Pode ser numa estância termal ou num spa, à beira mar ou na montanha.

O certo é que existem vários programas de saúde e de bem-estar adequados para cada pessoa. Esses momentos de descontração, imprescindíveis para restabelecer o equilíbrio, podem ser feitos de várias formas. Nas termas, com técnicas tradicionais, usufruindo das qualidades terapêuticas e da riqueza em minerais das águas. Usufruindo da extensa linha de costa e das águas do Oceano Atlântico para fazer talassoterapia.

Ou com sessões de relaxamento baseados nos efeitos regeneradores de elementos como o vinho, o chocolate ou as pedras quentes que pode-se encontrar em resorts e spas, complementando umas férias em beleza. Com sugestões por todo o país, em Portugal encontram-se verdadeiros refúgios para se libertar das “doenças da vida moderna” e encontrar a paz, a calma interior e recuperar a energia.

BacalhauPortugal tem gastronomia tão rica e variada como suas paisagens

É o mar que imprime a característica mais marcante à culinária portuguesa. É possível saborear um simples peixe grelhado, sempre fresquíssimo, tal como o marisco que abunda em todo o litoral. E pode ter certeza de que você estará em Portugal, pois lá se encontra o melhor peixe do mundo! É o que dizem orgulhosamente os portugueses.

Em pratos de carne, uma sugestão de todo o país: o cozido à portuguesa mistura carnes, legumes e enchidos variados, cozidos de forma suculenta. Excelentes carnes DOP (de origem protegida) de norte a sul de Portugal, seja de vitela, de porco ou de cabrito, também são excelentes opções. E ainda legumes e frutas que conservam o gosto de antigamente, alguns também com origens DOP, até porque muitos provem de produções de tipo biológico.

O azeite português, de grande qualidade, está sempre presente e integra todos os pratos incluindo as receitas de bacalhau (dizem que há 1001!), em que somente os portugueses são exímios na forma de preparar e apreciar. Cada prato tem um vinho certo para companhia. Se o do Porto tem fama, os tintos de mesa do Douro, do Alentejo e tantos outros não têm menos distinção. E os queijos! Basta referirmos o Serra, mas todos os do Centro de Portugal, do Alentejo ou dos Açores são deliciosos.

Os doces, com raízes nos muitos conventos onde eram preparados, fazem ainda hoje “dar graças aos céus””. E não podemos deixar de provar um pastel de nata. Vai sempre bem com o café expresso.

No fim é possível brindar com um Porto ou um Madeira, os vinhos generosos que há séculos representam Portugal em longínquas paragens. Ou então é pode-se brindar com um excelente espumante produzido em Portugal, assinalando assim uma refeição memorável que chefs talentosos proporcionam um pouco por todo o país.

Ilha-da-MadeiraPara ficar a dois

Este podia ser o título duma visita a Portugal. Em qualquer canto do país, seja pelo norte, pelo sul ou pela capital, cada pedacinho é lugar de romance. Primeiro que tem tudo a ver com o mar, que sempre inspirou os portugueses, que com ele tem uma relação que perdura no tempo. Foi o mar que fez os portugueses ousarem nos descobrimentos e ele os ensinou a nostalgia, a tristeza da partida, os amores desfeitos, a saudade.

Mas também ensinou a chegada. E com ele a população aprendeu a arte de bem receber, o encanto de dar as boas vindas. Em paisagens de campo ou de mar, o romance rola em palácios, como o Buçaco, quintas e solares encontrados à beira Douro numa Paisagem do Património Mundial.

Até as luzes e as cores de Portugal inspiram romance. É luz e cor de mar, mas é também a luz coada no recanto de um bosque de Sintra, os tons difusos por entre as folhagens que inspiram poetas, pintores e claro, amores. Podemos vê-los  numa viela de Alfama, em Lisboa, na planície do Alentejo derramada aos nossos olhos ou na ilha da Madeira, tão famosa para luas de mel. E em tantos outros sítios, como no arquipélago dos Açores ou no litoral alentejano, onde a natureza permanece intocada à espera de ser descoberta.

Ninguém resiste ao encanto de um castelo medieval adaptado aos tempos modernos, onde podemos dedicar-nos às coisas boas da vida. Num spa, numa refeição memorável, numa praia a perder de vista, numa degustação de vinhos, num programa de cultura e lazer.

Um passeio de charrete, um jantar à luz das velas, um pôr do sol sobre o mar são momentos que ficam para sempre. Mesmo que seja por poucos dias, o clima ameno, a variedade de paisagens e os ambientes românticos garantem momentos inesquecíveis em Portugal.

PLANEJE SUA VIAGEM

Como chegar (De carro)

Portugal possui uma boa rede viária composta de Autoestradas (AE), Itinerários Principais (IP), Itinerários Complementares (IC), Estradas nacionais (EN) e Estradas Municipais.

Existem dois tipos de Autoestradas:

– as tradicionais com cabines de portagens, em que o pagamento é feito em numerário ou por cartão bancário. Estas autoestradas dispõem ainda de uma Via verde, um sistema de teleportagem que permite fazer o pagamento por débito bancário, e que se destina apenas aos possuidores de um identificador de via verde, previamente adquirido nos respetivos pontos de venda (www.viaverde.pt)

– e as de portagens exclusivamente eletrônica, em que o sistema de cobrança é exclusivamente eletrônico, sendo a passagem dos veículos detectada por meio dos pórticos existentes no início dessas vias, que estão identificadas com a referência “Electronic toll only”. Para informação sobre as estradas abrangidas e as formas de pagamento consulte www.ctt.pt.

Nos aeroportos, nas estações terminais de transportes internacionais de ferrovias e nas principais localidades, existem serviços de locação de automóveis.Para os condutores com dificuldades de locomoção é possível o aluguel de veículos com caixa automática ou adaptados.

Para a locação é necessário:

– ter entre 21 e 25 anos

– apresentar uma identificação (bilhete de identidade para os cidadãos da U.E. ou passaporte válido para as outras nacionalidades);

– carteira de habilitação válida há mais de um ano.

De autocarro

É também possível chegar a Portugal de autocarro. Os percursos internacionais em território português são disponibilizados pelas empresas Eurolines (www.eurolines.fr) e Intercentro (www.internorte.pt)

Serviços regulares de autocarros ligam todas as cidades, vilas e principais localidades de Portugal.  Para informações detalhadas sobre percursos, horários e preços, consultar a Rede Nacional de Expressos em www.rede-expressos.pt.

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Para quem alugar um carro

Em Portugal o trânsito processa-se pelo lado direito. Nas praças, cruzamentos e entroncamentos, salvo sinalização em contrário, têm prioridade os veículos que se apresentam pela direita. Nos cruzamentos com rotatórias, têm prioridade os veículos que já se encontram a circular no interior.

Os sinais de trânsito obedecem às normas internacionais. O uso do cinto de segurança é sempre obrigatório

Documentos obrigatórios:

– Documento de identificação pessoal

– Título de condução

– Certificado de seguro

– Título de registo de propriedade do veículo ou documento equivalente

– Documento de identificação do veículo (livrete) ou documentos equivalentes

As multas devem ser pagas no local.

Limites máximos de velocidade para os automóveis ligeiros sem reboque e motociclos:

50 km/hora – dentro das localidades

90 km/hora – nas vias normais

100 km/hora – nas vias reservadas a automóveis

120 km/hora – nas autoestradas.

O Código de Estrada, semelhante ao nosso Código de Trânsito Brasileiro, proíbe a utilização de celulares durante a condução de veículos, exceto se forem usados dispositivos de alta voz ou o auricular.

Condução para pessoas com deficiência

Em Portugal, as regras de condução relativas a pessoas com deficiência referem-se unicamente à sua aptidão física e mental, podendo resultar em restrições ou adaptações que deverão estar referidas na carta de condução.

Se a pessoa com deficiência for possuidora de carta de condução válida em Portugal, poderá efetuar a condução de veículos, desde que cumpridas as restrições ou adaptações que se adeqúem à situação.

São reconhecidos em Portugal os cartões de estacionamento de modelo comunitário para pessoas com deficiência, emitidos por qualquer um dos Estados-membros. Os lugares reservados para o efeito são indicados através de sinalização. Situações de estacionamento noutros locais são permitidas, em caso de absoluta necessidade, desde que por curtos períodos de tempo e sem prejudicar a normal e livre circulação de peões e de veículos.

Direção alcoolizado

Assim como na maior parte do mundo, em Portugal não é permitido conduzir veículos com uma taxa de alcoolemia igual ou superior a 0,5 gramas por litro. Quem ultrapassar a taxa máxima definida por lei, estará sujeito a multas, que variam em função do valor da taxa apurada.

– Uma taxa de alcoolemia entre 0,5 g/l e 0,8 g/l é considerada uma infração grave, que poderá ser punida com a proibição de conduzir por um período de 1 mês a 1 ano, e o pagamento de uma multa de valor entre 250 a 1.250 euros.

– Uma taxa de alcoolemia entre 0,8 g/l e 1,2 g/l é considerada uma infração muito grave, e implica proibição de conduzir entre 2 meses e 2 anos, e multa de 500 a 2.500 euros.

– Uma taxa igual ou superior a 1,2 g/l é considerada crime, punível com pena de prisão até 1 ano ou multa até 120 dias, para além da inibição de conduzir por um período de 3 meses a 3 anos.

 

Marina-em-EstorilHospedagens

A vasta oferta de estabelecimentos hoteleiros existente em todo o país, proporciona alojamento, com ou sem fornecimento de refeições e outros serviços acessórios, tendo a seguinte classificação:

HOTÉIS (H) – a oferta de hotéis é diversificada e apresenta um grande número de unidades que, atendendo à localização e à qualidade das instalações, são classificadas de 1 a 5 estrelas;

HOTÉIS-APARTAMENTOS (HA) – classificados de 1 a 5 estrelas, são a opção ideal para quem procura maior independência, sem deixar de usufruir de todos os serviços de um Hotel;

POUSADAS – instaladas em edifícios históricos ou em locais de grande beleza natural, estão classificadas em 4 categorias: Histórica, Histórica Design, Natureza e Charme.

Aldeamentos Turísticos (A)

Classificados de3 a 5 estrelas, os aldeamentos turísticos são constituídos por unidades interdependentes situadas num espaço territorial delimitado, onde também se concentram serviços de apoio ao turista.

Apartamentos Turísticos (AT)

Classificados de 3 a 5 estrelas, são a opção ideal para quem prefere uma unidade de alojamento autónomo com acesso a espaços e serviços partilhados.

Conjuntos Turísticos / Resorts (CT)

Os Resorts são uma boa escolha para quem gosta de ter vários serviços e equipamentos de lazer disponíveis num mesmo espaço e acesso a diferentes opções de alojamento, seja um hotel de 4 ou 5 estrelas ou outro tipo de empreendimento turístico.

Turismo de Habitação (TH)

Quem prefere um acolhimento de natureza familiar, pode optar por ficar em solares, casas apalaçadas ou residências de reconhecido valor arquitetónico, histórico ou artístico, seja num ambiente rural ou urbano.

Turismo no Espaço Rural (TER)

Caracterizado por um acolhimento em casas rústicas, com características próprias do meio rural em que se inserem, o Turismo no Espaço Rural permite um contacto mais direto com as populações, os seus usos e costumes e com a própria Natureza. Estas unidades de alojamento podem estar classificadas como:

Casas de Campo (CC) – estão situadas em aldeias e espaços rurais e mantêm a traça, materiais de construção e outras características da arquitetura local;

Agroturismo (AG) – são unidades integradas numa exploração rural, onde os turistas podem participar nos trabalhos agrícolas, se assim o desejarem;

Hotéis Rurais (HR) – classificados de 3 a 5 estrelas, estão inseridos em zonas rurais, respeitando o traçado e as características arquitetónicas da região onde se situam.

Campismo

Espalhados de norte a sul do país, os Parques de Campismo possibilitam o contacto direto com a Natureza. Podem ser considerados públicos, se permitirem o acesso ao público em geral, ou privativos, no caso de terem o acesso reservado a associados ou beneficiários da entidade exploradora. Estes últimos estão identificados com a letra “P”, devendo ser sempre confirmada a possibilidade de ingresso. De acordo com as infraestruturas e os serviços disponibilizados, os Parques de Campismo podem obter uma classificação de 3 a 5 estrelas, que não é obrigatória.

Turismo de Natureza

Sempre que um empreendimento turístico estiver situado numa área de natureza protegida ou classificada com valor natural é integrado na prática de Turismo de Natureza, reconhecida pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas. Neste caso, devem disponibilizar equipamentos e serviços que possibilitem o usufruto e a interpretação da natureza.

Celulares

Portugal é um dos países com maior número de utilizadores de celulares. As três redes que asseguram este serviço – MEO, Vodafone e Optimus –  mantêm acordos de roaming com a maioria das companhias internacionais, e providenciam uma boa cobertura em nível nacional.

Internet

Mediante pagamento, o acesso à internet é disponibilizado em alguns cafés e em numerosas Estações de Correio que possuem o serviço Netpost . Em diversos Hotéis e espaços públicos como Aeroportos, Salas de Congressos, Restaurantes, Áreas de Serviço e Centros Comerciais, existem zonas “wireless” ou “wi-fi” devidamente assinaladas.

Moeda

Portugal faz parte do grupo de 19 países da União Europeia, em que o Euro é a moeda oficial e comum a todos.

Câmbios

O câmbio da moeda é efetuado nos bancos, que estão abertos ao público das 08h30m às 15h00m, durante os cinco dias úteis da semana, nas casas de câmbio e máquinas automáticas (disponíveis apenas para operações de venda de divisas).

Caixas eletrônicos e bancos

Existe uma rede nacional de caixas eletrônicos, identificada por MB (Multibanco), que permite saques 24 horas por dia. Os bancos estão abertos ao público entre as 8h30 e as 15h, nos cinco dias úteis da semana.

Cartões de crédito

Em Portugal, os cartões de crédito mais utilizados são: Visa; American Express; Diners Club; Europay/Mastercard; JCB; Maestro. No caso de extravio ou roubo do seu cartão Visa ou Mastercard, poderá pedir ajuda através dos seguintes telefones:  Visa: Tel. 800 811 107 e Mastercard: Tel. 800 811 272

Gorjetas

O serviço está incluído na conta dos Restaurantes, no entanto é habitual deixar uma gorjeta de cerca de 5 a 10 % sobre o preço total da refeição. Nos táxis é também habitual dar uma gorjeta de 5 a 10%, que normalmente se traduz no arredondamento do valor a pagar.

Eletricidade

A corrente elétrica em Portugal é de 230/400 volts, na frequência de 50 hertz, e as tomadas de corrente seguem as normas europeias. A utilização de fichas de lâmina (padrão americano) deve ser conjugada com um transformador para 230 volts e, ainda, uma ficha adaptadora.

Passaportes e Vistos

Os cidadãos da União Europeia, Bulgária, Chipre, Islândia, Liechtenstein, Malta, Noruega, Roménia e Suíça necessitam apenas do bilhete de identidade para entrar em Portugal. Se forem menores de idade, além do bilhete de identidade, deverão apresentar também uma autorização dos pais para viajar.

Para estadas com uma duração que não ultrapasse os 90 dias, o passaporte válido por um período superior a três meses após o final da estada, é necessário aos visitantes provenientes de Albânia, Andorra, Antigua e Barbuda, Argentina, Austrália, Bahamas, Barbados, Bósnia-Herzegovina, Brasil, Brunei, Canadá, Chile, Coreia do Sul, Costa Rica, Croácia, Estados Unidos da América, Guatemala, Honduras, Israel, Japão, Macedónia (Antiga República Jugoslava da), Malásia, Maurícias, México, Mónaco, Montenegro, Nicarágua, Nova Zelândia, Panamá, Paraguai, Santa Sé, São Cristovão e Nevis, São Marino, Sérvia, Seychelles, Singapura, Uruguai, Vaticano, Venezuela, Regiões Administrativas especiais da República Popular da China em Hong Kong e Macau e Autoridade territorial de Taiwan.

Os cidadãos provenientes de Estados não mencionados acima necessitam de visto para entrar em Portugal, que poderá ser solicitado ao Consulado ou Embaixada de Portugal no respetivo país, para estadas até um limite de 90 dias.

Mais informações em:

Pedidos de Vistos

– http://www.secomunidades.pt/vistos/index.php?option=com_content&view=article&id=171&Itemid=14&lang=pt

Consulados Portugueses no exterior

– http://www.secomunidades.pt/web/guest/PostosConsulares

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

– www.sef.pt

Saúde

Se necessitar de assistência médica recorra ao Centro de Saúde local. Os Serviços de Urgência dos Hospitais devem ser utilizados apenas em situações graves (traumatismos sérios, intoxicações, queimaduras, enfartes, tromboses, problemas respiratórios, etc.).

Em caso de acidente ou doença durante a sua visita a Portugal, os cidadãos dos 27 países da União Europeia, Islândia, Liechtenstein, Noruega ou Suíça, têm acesso a cuidados de saúde gratuitos ou com custos moderados (os mesmos benefícios dos cidadãos portugueses), desde que apresentem o Cartão Europeu de Seguro de Doença (emitido no país de origem) e o seu passaporte ou documento de identificação.

Correios

As Estações de Correio encontram-se abertas de 2ª a 6ª feira, das 9h às 18h. As estações centrais e dos aeroportos têm horários mais alargados, podendo estar abertas aos sábados e em alguns casos também aos domingos. Os selos vendem-se nas Estações de Correio e nas máquinas existentes nas ruas.

Muitas Estações de Correio disponibilizam o serviço Netpost, que mediante pagamento, permite o acesso ao e-mail pessoal e à internet. Mais informações acesse  www.ctt.pt

Farmácias

As Farmácias estão abertas nos dias úteis entre as 9h e as 19h (algumas encerram para almoço entre as 13h e as 15h), e aos sábados das 9h às 13h, encontrando-se assinaladas por uma cruz verde iluminada, quando de serviço durante a noite.Todas têm afixada na porta informação sobre as Farmácias que se encontram abertas à noite e estão mais próximas.

Transportes aéreos

A situação geográfica privilegiada de Portugal faz com que seja ponto de escala de muitas companhias aéreas estrangeiras nos Aeroportos espalhados por todo o território nacional e localizados em:

Lisboa – Aeroporto da Portela – Tel: 218 413 500

Porto – Aeroporto Dr. Francisco Sá Carneiro – Tel: 229 432 400

Faro – Aeroporto de Faro – Tel. 289 800 800

Madeira – Funchal – Aeroporto do Funchal – Tel: 291 520 700

Açores – Ponta Delgada – Aeroporto João Paulo II – Tel: 296 205 406

A ANA – Aeroportos de Portugal S/A regula o funcionamento dos aeroportos em Portugal e disponibiliza informações sobre partidas e chegadas em www.ana.pt. As diversas companhias aéreas portuguesas efetuam ligações regulares de âmbito nacional e internacional.

TAP – Air Portugal (www.tap.pt) – a companhia voa regularmente para mais de 50 destinos internacionais e assegura voos domésticos entre Lisboa, Porto, Faro e as Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, assim como entre as Ilhas da Madeira e do Porto Santo.

SATA (www.sata.pt) – voos regulares entre todas as ilhas dos Açores, e dos Açores para a Madeira e Portugal continental. A SATA efetua ainda voos regulares para alguns aeroportos internacionais.

Transportes ferroviários

A CP – Comboios de Portugal (www.cp.pt), disponibiliza uma vasta rede de ferrovias que cobre todo o território continental português, assegurando também ligações internacionais para Vigo, Madrid e Paris.

Existem várias opções, para corresponder às necessidades de cada um:

– os comboios de topo de gama “Alfa Pendular”, são a ligação mais rápida e mais confortável entre Lisboa e o Algarve, e para o Norte do país, com o Porto ou Braga parando em Coimbra.

– o serviço “Intercidades” oferece ligações nos eixos Lisboa-Porto-Guimarães, Lisboa-Guarda, Lisboa-Covilhã, Lisboa-Évora-Beja e Lisboa-Faro.

– o Sud-Express e o comboio-hotel Lusitânia asseguram a ligação internacional com partida de Lisboa.

– uma vasta rede de comboios regionais, inter-regionais e suburbanos que asseguram uma vasta cobertura de todo o território nacional.

Metro

Importante complemento dos transportes públicos tradicionais, o Metro circula nas cidades de Lisboa e do Porto entre as 06h00 e a 01h00.

Mais antigo, o Metro de Lisboa (www.metrolisboa.pt) cobre uma vasta área da cidade, possuindo uma rede que tem vindo a ser ampliada nos últimos anos. Tanto as primeiras Estações como as mais recentes, foram decoradas por painéis de azulejos de artistas plásticos portugueses conceituados, tornando-as verdadeiros museus subterrâneos.

No Porto, o Metro (www.metro-porto.pt) é recente e existem seis linhas – azul, vermelha, verde, amarela, violeta e laranja -, em que grande parte do percurso é feito à superfície.

Táxis

Os táxis são normalmente de cor bege-marfim, e embora continuem a circular alguns veículos pretos com os tejadilhos verdes, as cores tradicionais dos táxis em Portugal.

O preço é indicado no taxímetro e as tarifas estão afixadas no interior do automóvel ou podem ser solicitadas ao motorista.

A chamada de um táxi por meio do telefone implica o pagamento de uma taxa de 0,80 Euros, e o transporte de bagagem no porta bagagens tem  adicional de 1,60 Euros, independentemente do número de volumes e do peso. O transporte de berços, carrinhos de bebê e cadeiras de rodas, ou meios auxiliares de locomoção, é gratuito.

Fora das localidades o transporte em táxi é pago ao quilómetro, sendo o valor previamente comunicado ao passageiro. As portagens de ida e retorno, caso existam, são pagas pelo cliente. A gorjeta é voluntária, sendo usual um valor de cerca de 5 a 10% ou o arredondamento do valor a pagar.

Esse post tem 0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo