Pule para o conteúdo principal

Seja bem vindo a Travel for Life

Somos uma plataforma digital, que traz informações sobre os principais destinos do planeta (e os nem tão conhecido assim), além de reportagens sobre Gastronomia, Hotelaria, Lifestyle, Automóveis, Vinhos & Bebidas, Cultura, Música, Turismo Segmentado e tudo o que acontece no Trade Turístico.

Fale Conosco

Email: redacao@travelforlife.com.br
Telefone: 55 11 95435-3665
Rua Minas Gerais, 59 - Higienópolis – São Paulo (SP) | CEP: 01.244-011 - Telefone 55 (11) 3042-1730

Nossa Localização

Salta e Jujuy, na Argentina, expõem suas belezas exóticas na WTM

Instagram: travelforlifebr | Facebook: travelforlifebr | Twitter: travelforlifebr

.

REGINALDO PUPO

São Paulo (SP) – Os governos das províncias de Salta e Jujuy, ao norte da Argentina, ao pé da Cordilheira dos Andes, participaram da última edição da WTM Latin America, realizada em São Paulo, para divulgar seus exóticos atrativos turísticos, que vêm atraindo cada vez mais turistas do mundo inteiro, especialmente, da América do Sul.

Dois lugares ricos em cultura, gastronomia, com paisagens de tirar o fôlego de qualquer aventureiro e produtora de vinhos. Salta, por exemplo, se destaca por abranger todos os tipos de paisagens, desde o vermelho intenso dos Vales Calchaquíes, até o verde exuberante da floresta. A sua cultura é viva nas ruas, em seus moradores hospitaleiros, na música e no artesanato.

Jujuy possui quatros circuitos turísticos:  los Valles, la Quebrada de Humahuaca, las Yungas e la Puna. É um destino que sintetiza a perfeita harmonia e os costumes ancestrais e sua herança cultural e histórica em uma área de beleza cênica única.

As duas províncias, agora, miram o Brasil na busca de turistas. Até janeiro deste ano, oito voos charters ligavam São Paulo ao aeroporto de Salta.

Mas, desde março, segundo o secretário de Turismo de Salta, Diego Valdecantos, há voos regulares para o destino, saindo todos os sábados, pela Aerolíneas Argentinas. Entre Salta e Jujuy, a distância é de apenas 1h15.

No inverno, as temperaturas chegam facilmente entre cinco a seis graus negativos à noite e, durante o dia, sobe radicalmente para 25 graus.

“No ano passado, os dois destinos receberam, juntos, 2,9 milhões de turistas, sendo 80% provenientes da própria Argentina e os demais, vindos de países como Brasil, Chile, Bolívia, Uruguai e Paraguai”, destaca Valdecantos.

O secretário acrescentou que a região recebe muitos motociclistas de São Paulo, já que fica situada a cerca de 900km de São Pedro do Atacama, um paraíso dos amantes de duas rodas.

Para saber informações sobre os destinos, acesse: http://www.turismo.jujuy.gov.arhttp://www.turismosalta.gov.ar/

.

 

 

Esse post tem 0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo