Pule para o conteúdo principal

Seja bem vindo a Travel for Life

Somos uma plataforma digital, que traz informações sobre os principais destinos do planeta (e os nem tão conhecido assim), além de reportagens sobre Gastronomia, Hotelaria, Lifestyle, Automóveis, Vinhos & Bebidas, Cultura, Música, Turismo Segmentado e tudo o que acontece no Trade Turístico.

Fale Conosco

Email: redacao@travelforlife.com.br
Telefone: 55 11 95435-3665
Rua Minas Gerais, 59 - Higienópolis – São Paulo (SP) | CEP: 01.244-011 - Telefone 55 (11) 3042-1730

Nossa Localização

Faturamento das empresas de turismo cresce 4,3%, diz Ministério do Turismo

Instagram: travelforlifebr | Facebook: travelforlifebr | Twitter: travelforlifebr

.

Brasília (DF) – A “leve reação” da economia foi um dos fatores determinantes para o aumento de 4,3% no faturamento médio das empresas do setor de turismo no terceiro trimestre do ano, na comparação com o mesmo período de 2016. A expansão da receita, assim como a perspectiva de realização de novos investimentos no período de outubro a dezembro, foi verificada nos sete segmentos pesquisados pelo Ministério do Turismo.

Os aumentos mais expressivos ocorreram nos segmentos de parques e atrações turísticas (11,4%), transporte aéreo (11,2%), operadoras de turismo (10,3%) e agências de viagens (9,3%). Resultados que as empresas atribuem ainda à sazonalidade e aos investimentos realizados anteriormente. Em menor escala, com percentuais abaixo de 2%, houve majoração de receita também entre as organizadoras de eventos, meios de hospedagem e nas empresas de turismo receptivo.

“Os dados mostram o vigor do turismo que, mesmo diante da crise vivida pelo Brasil nos últimos anos, conseguiu registrar números positivos”, comentou o ministro do Turismo, Marx Beltrão. Para o último trimestre do ano (out/dez), as perspectivas são otimistas.

Do conjunto de empresas pesquisadas, 66% manifestaram intenção de investir parte do faturamento apurado ainda em 2017. O maior percentual, 15,2%, é projetado pelo segmento de turismo receptivo, seguido dos organizadores de eventos (8,1%), meios de hospedagem (5,2%) e transporte aéreo (4,7%).

Na pesquisa, realizada pela Fundação Getúlio Vargas, as empresas apontaram como fatores limitantes ao crescimento dos negócios os custos operacionais e financeiros além do momento econômico e político ainda desfavorável do país. O Boletim de Desempenho Econômico do Turismo foi produzido com informações de 716 empresas que empregam 79.319 mil pessoas e faturaram R$ 9,2 bilhões no trimestre.

.

Esse post tem 0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo